Polícia

Sorteio da Copa: polícia fecha única saída por 25min e causa irritação na Costa do Sauípe

Um forte esquema de segurança para atender às autoridades que estarão no sorteio da Copa do Mundo na Costa do Sauípe provocou, por volta das 9h15, o fechamento da única saída da Praia do Forte, vila conhecida como um dos principais pontos turísticos do litoral da Bahia. O local é um dos pontos de apoio […]

Arquivo Publicado em 06/12/2013, às 15h16

None
1294396570.jpg

Um forte esquema de segurança para atender às autoridades que estarão no sorteio da Copa do Mundo na Costa do Sauípe provocou, por volta das 9h15, o fechamento da única saída da Praia do Forte, vila conhecida como um dos principais pontos turísticos do litoral da Bahia. O local é um dos pontos de apoio de hospedagem para o evento que será realizado às 14h desta sexta-feira.

A interrupção da pista na Avenida Antônio Carlos Magalhães, no sentido da Estrada do Coco, durou cerca de 25 minutos, sendo que a comitiva formada por três carros passou apenas no final do período. Ela foi feita em frente ao Hotel Tivoli, que abriga dirigentes da Fifa e representantes do governo.

A situação provocou insatisfação dos motoristas que tentavam deixar a Praia do Forte. Uma turista, que está na cidade para o evento, se disse revoltada com a situação e estava com medo de perder um compromisso.

Entre as autoridades que estão na Bahia para o sorteio se encontram nomes como o presidente da Fifa, Joseph Blatter, a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, e o ministro do Esporte, Aldo Rebelo.

A escolha do resort da Costa do Sauípe para o sorteio da Copa do Mundo aconteceu antes do estouro das manifestações pelo Brasil neste ano – que tinham como um dos alvos justamente a realização do Mundial no País. Ainda assim, caiu como uma luva para a Fifa evitar novos protestos no evento, por se tratar de um local afastado e com difícil acesso. Por outro lado, as poucas entradas e saídas causam transtornos como o observado nesta sexta-feira.

Jornal Midiamax