Polícia

Polícia tem características e inicia caçada de assassinos de delegado aposentado

Paulo Magalhães Araújo foi morto com seis tiros na terça-feira. Análise das câmeras de segurança ajudou a identificar suspeitos de executar delegado no Jardim dos Estados

Arquivo Publicado em 01/07/2013, às 13h22

None
241057226.jpg

Paulo Magalhães Araújo foi morto com seis tiros na terça-feira. Análise das câmeras de segurança ajudou a identificar suspeitos de executar delegado no Jardim dos Estados

A polícia conseguiu identificar as características físicas do homem que executou o delegado Paulo Magalhães Araújo, 57 anos, na terça-feira (25), no bairro Jardim dos Estados, em Campo Grande. Com a possível fisionomia do atirador e do piloto da motocicleta vermelha, policiais montaram hoje uma força-tarefa para localiza-lo.

“Os nossos policiais estão na rua trabalhando para achar a dupla. Nós analisamos várias imagens e com a possível fisionomia do homem e o comparsa, além de identificar o modelo da moto em que eles estavam, estamos tentando localizá-los”, afirma o delegado Edilson dos Santos, responsável pelas investigações e titular da Delegacia de Homicídios (DEH)


Em breve, Santos diz ainda que repassará as características dos envolvidos. Sobre as oitivas, o delegado conta que já ouviu inúmeras pessoas e que familiares realmente confirmaram a existência de um e-mail, divulgado pelo Midiamax um dia após o crime.


“A família confirma o envio deste e-mail, porém disse que é apenas um pedido de desculpas”, fala o delegado, referindo-se a detalhes do que foi enviado por Eduardo Carvalho a vítima.


Crime


O delegado aposentado e professor universitário Paulo Magalhães Araújo, 57 anos, foi assassinado por profissionais, com seis tiros e onze trajetos q ue percorreram o corpo, de acordo com a perícia.


A investigação continua sendo realizado por policiais da 1ª Delegacia de Polícia Civil, do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Assalto a Bancos, Sequestros e Roubos) e da DEH (Delegacia Especializada de Repressão a Homicídios).

Jornal Midiamax