Polícia

Polícia prende três e apreende verdadeiro ‘arsenal de guerra’ em casas no interior do Estado

Os policiais da Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) em conjunto com policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), por volta das 6h dessa quarta-feira (04), cumpriram mandados de busca e apreensão em três residências no município de Itaporã. Os mandados foram expedidos pelo juízo da mesma comarca. Durante as buscas […]

Arquivo Publicado em 05/12/2013, às 15h18

None
1725996201.JPG

Os policiais da Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) em conjunto com policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), por volta das 6h dessa quarta-feira (04), cumpriram mandados de busca e apreensão em três residências no município de Itaporã. Os mandados foram expedidos pelo juízo da mesma comarca.


Durante as buscas foram localizadas dentro de uma casa cinco armas de fogo e 194 munições diversas. Sendo: dois revólveres calibres .38; uma espingarda calibre 12mm; uma pistola calibre .22; uma pistola calibre .380, equipada com silenciador, 68 munições calibre .38, 88 munições calibre .380, 34  munições calibre de 12, duas munições calibre 6.35, e duas munições calibre .32.   Ainda foram encontrados 10 cartuchos de munições já deflagradas. Foi identificado como proprietário das armas e das munições E.M.C., de 39 anos, morador do local.


Em outra residência, também na área central da cidade, foi localizada uma pistola calibre 7.65 e 354 munições de diversos calibres, sendo: 15 calibre 12; 87 calibre 7.65, duas calibre .38; e 250 de calibre .22. Foi identificado como proprietário da arma e das munições J.J.R. de 41 anos.


Na terceira residência, no bairro Coemati, foi localizada uma pistola calibre 9mm e 18 munições de do mesmo calibre. Foi identificado como proprietário da arma e das munições A.T.B.F. de 24 anos, morador na cidade de Dourados.


Diante dos fatos, os responsáveis pelas armas e munições receberam voz de prisão e foram conduzidos à Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira, onde foram autuados em flagrante delito.

Jornal Midiamax