Polícia

Polícia faz ação para prender autores da morte de PM e criança no Rio

Cerca de 45 policiais militares procuram na manhã desta sexta-feira na vila Vintém os responsáveis pela troca de tiros que começou dentro do Fórum de Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro, na quinta-feira. Kayo da Silva Costa, oito anos, e um policial militar morreram. As informações são do Bom Dia Rio. A ação conta […]

Arquivo Publicado em 01/11/2013, às 11h44

None

Cerca de 45 policiais militares procuram na manhã desta sexta-feira na vila Vintém os responsáveis pela troca de tiros que começou dentro do Fórum de Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro, na quinta-feira. Kayo da Silva Costa, oito anos, e um policial militar morreram. As informações são do Bom Dia Rio.


A ação conta com policiais militares do 14º Batalhão (Bangu) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope). O tiroteio ocorreu quando homens armados tentaram resgatar um traficante que estava no Fórum para uma audiência. Eles trocaram tiros com PMs que faziam a segurança do local. Os homens fugiram, mas o traficante que seria alvo deles não foi resgatado.


O menino de oito anos morto no confronto voltava da aula de futebol na escolinha de futebol do Bangu Atlético Clube. O secretário de Estado de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, pediu a transferência de Alexandre de Melo e Vanderlan Ramos da Silva para presídios federais. Os dois presos, segundo o secretário, foram alvo de tentativa de resgate por quatro homens armados.

Jornal Midiamax