Polícia

Polícia barra mosaico do Milan e rivais da Inter prestam solidariedade

O clássico entre Inter de Milão e Milan é um dos confrontos de maior rivalidade do futebol mundial. Neste domingo, houve um ato inesperado de solidariedade. A polícia italiana proibiu a torcida do Milan de entrar no estádio com bandeiras para montar um mosaico. Em solidariedade, os torcedores da Inter de Milão também desistiram de […]

Arquivo Publicado em 22/12/2013, às 18h13

None

O clássico entre Inter de Milão e Milan é um dos confrontos de maior rivalidade do futebol mundial. Neste domingo, houve um ato inesperado de solidariedade. A polícia italiana proibiu a torcida do Milan de entrar no estádio com bandeiras para montar um mosaico. Em solidariedade, os torcedores da Inter de Milão também desistiram de realizar a coreografia.

Segundo a polícia, a proibição aconteceu porque os milanistas da “Curva Sud”, a principal organizada do Milan, se negaram a mostrar as faixas e bandeiras antes do duelo, de acordo com informações da “Gazzetta dello Sport”.

A alegação era que a diretoria do clube já havia aprovado o conteúdo e seria danificada caso fosse mostrada sob chuva antes do duelo. A torcida ainda negou que o material continha conteúdo racista.

Em solidariedade, a torcida do Inter de Milão se pronunciou e afirmou que também não iria realizar qualquer tipo de coreografia no clássico desta tarde.

As torcidas de Milan e Inter são conhecidas por realizarem diversas ações por meio de mosaicos e bandeiras. Em 2011, a torcida rubro-negra exibiu um mosaico chamando o então técnico interista Leonardo, ex-jogador e ex-dirigente do Milan, de Judas.

Jornal Midiamax