Polícia

PM morto em tentativa de resgate de preso no Rio estava em fórum para depor

A Polícia Militar do Rio de Janeiro informou, na manhã desta sexta-feira (1º), que o policial morto na tarde de quinta (31) em uma tentativa de resgate de presos no Fórum de Bangu, zona oeste da capital fluminense, estava no local para prestar depoimento. Além do PM, um menino de oito anos também foi morto […]

Arquivo Publicado em 01/11/2013, às 14h18

None

A Polícia Militar do Rio de Janeiro informou, na manhã desta sexta-feira (1º), que o policial morto na tarde de quinta (31) em uma tentativa de resgate de presos no Fórum de Bangu, zona oeste da capital fluminense, estava no local para prestar depoimento. Além do PM, um menino de oito anos também foi morto no tiroteio.


O terceiro sargento Alexandre Rodrigues de Oliveira, 39, era lotado no 14º Batalhão (Bangu) e, apesar de ter sido socorrido no Hospital Albert Scheitzer, não resistiu ao ferimento. Ele era PM havia 18 anos.


O enterro do sargento deve acontecer às 16h, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, também na zona oeste.

Operação do Bope


Integrantes do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e do 14º BPM fazem uma operação para prender os envolvidos na invasão. A operação acontece nas comunidades Vila Vintém, Curral das Éguas, Minha Deusa e Sete Sete, todas na zona oeste. A operação envolve 45 homens e dois veículos blindados e, até as 8h30, havia prendido seis pessoas. Não há confirmação de que os presos tenham relação com o ataque ao fórum.


De acordo com o 14º Batalhão, ao menos quatro criminosos armados com fuzis entraram no fórum na quinta para tentar resgatar os detentos Alexandre Bandeira de Melo, 41, conhecido como Piolho do 18, e Vanderlan Ramos da Silva, 30, o Chocolate, que participavam de audiência no local.


Alexandre Bandeira responde pelos crimes de homicídios, porte ilegal de arma, roubo e tráfico de drogas, e Vanderlan Ramos, por tráfico de drogas.


Ainda segundo a polícia, outras duas pessoas ficaram feridas, entre elas mais um policial militar. Eles também foram levados para o hospital Albert Schweizer. A Secretaria Estadual de Saúde informou que o PM está na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), e os quadro dos dois feridos é estável.

Imagens


A DH (Divisão de Homicídios) analisa imagens de circuito de segurança que registram alguns dos bandidos que invadiram o Fórum. Em nota, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, informa que solicitou a transferência dos dois detentos para presídios federais, “considerando a audácia e as consequências que a ação provocou”. Até as 8h30, a Seap (Secretaria Estadual de Administração Penitenciária) não havia recebido do pedido.

Aumento em casos de homicídio


Levantamento do ISP (Instituto de Segurança Pública) divulgado na quarta-feira (30) aponta que o número de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) no Estado do Rio teve aumento 38% em agosto, em comparação ao mesmo mês do ano passado. Foram registrados 406 casos em 2013 ante 294 em 2012.


A Polícia Militar informou em nota que o aumento no número de ocorrências criminais no Estado ocorreu “em áreas onde PMs foram deslocados para atuar em manifestações que terminaram em violência”. “O patrulhamento ostensivo acabou sendo prejudicado”, diz o texto.

Jornal Midiamax