Polícia

Homem é preso sob acusação de roubar peças do Porsche de Paul Walker

Um homem de 18 anos foi preso na Califórnia por roubar destroços do Porsche Carrera GT onde estavam Paul Walker e Roger Rodas no momento do acidente que matou os dois no último sábado (30). Policiais dizem que o suspeito seguiu o caminhão que levava as partes do carro para perícia algumas horas depois do […]

Arquivo Publicado em 06/12/2013, às 13h42

None

Um homem de 18 anos foi preso na Califórnia por roubar destroços do Porsche Carrera GT onde estavam Paul Walker e Roger Rodas no momento do acidente que matou os dois no último sábado (30).

Policiais dizem que o suspeito seguiu o caminhão que levava as partes do carro para perícia algumas horas depois do acidente foi cercado por vários carros em um sinal vermelho. De um desses carros desceu um homem que pegou uma das peças do carro que faz parte do teto removível.

O homem foi identificado como Jameson Witty, de 18 anos, preso em Tujunga. Um outro suspeito, de 25 anos, ainda não teve o nome divulgado mas já negocia se entregar para a polícia.

Além de roubo, os dois homem serão acusados de adulteração de provas. Witty está sendo mantido sob custódia de US$ 20 mil.

Necrópsia

O Departamento de Perícia Criminal do Condado de Los Angeles anunciou nesta quarta (4) que Walker morreu devido a “lesões traumáticas e queimaduras”. Já a causa da morte de Roger Rodas, amigo do ator, foi “lesões traumáticas múltiplas”. As informações são do site da revista “Variety”.

O relatório da necrópsia, que foi concluída nesta quarta, também confirma a identidade dos dois passageiros, que não pode ser feita visualmente devido ao estado dos corpos.

Segundo o relatório, Walker foi gravemente ferido quando o Porsche dirigido por Rodas bateu na lateral da estrada e morreu depois que o veículo pegou fogo.

Os resultados dos exames toxicológicos devem sair em até oito semanas. O legista classificou as duas mortes como acidentais.

Jornal Midiamax