Polícia

Homem acusado de matar esposa com 16 facadas em MS se entrega à polícia

O operador de máquinas, Ivanildo Pedro da Silva, de 31 anos, acusado de matar a esposa Mariluza Bento de Souza, 27, com 16 facadas na noite da última sexta-feira (2), na cidade de Sonora (351 km de Campo Grande), apresentou-se na delegacia da cidade na tarde da última segunda (1). De acordo com o site […]

Arquivo Publicado em 03/12/2013, às 19h59

None
1128186356.jpg

O operador de máquinas, Ivanildo Pedro da Silva, de 31 anos, acusado de matar a esposa Mariluza Bento de Souza, 27, com 16 facadas na noite da última sexta-feira (2), na cidade de Sonora (351 km de Campo Grande), apresentou-se na delegacia da cidade na tarde da última segunda (1).

De acordo com o site Idest, Ivanildo se apresentou com um advogado, porém como já havia um mandado de prisão expedido pelo juiz de direito da Comarca, ele ficará preso.

O advogado disse à imprensa que tentará um habeas corpus, para que seu cliente responda em liberdade. Mariluza foi morta com golpes de faca que atingiram o pescoço, as costas e o peito. Segundo a polícia a jovem tentou se defender. Após o crime, o acusado não foi encontrado.

De acordo com um irmão da vítima, Mariluza e o marido eram casados há 12 anos, porém há aproximadamente dois meses se desentenderam e estavam em processo de separação.

O operador de máquinas não aceitava o fim do relacionamento, mas não era considerado um homem violento pela família da vítima.

Mariluza estaria sofrendo ameaças, por parte de Ivanildo, para que não terminassem o relacionamento. A vítima deixou três filhos que eram do casal. As crianças estão sendo cuidadas pela família da vítima.

Jornal Midiamax