Polícia

Celular de criança de 10 anos agredida em assalto, leva polícia à casa de assaltantes

A Polícia Civil de Três Lagoas ouviu nesta semana os três suspeitos de terem praticado um crime de roubo contra a família de um comerciante tradicional em Três Lagoas. O fato ocorreu na noite do último domingo (30) em uma residência na Rua Benedito Alcindo da Fonseca no bairro Santa Dumont. Na ocasião, uma criança […]

Arquivo Publicado em 02/07/2013, às 18h51

None
1276242251.jpg

A Polícia Civil de Três Lagoas ouviu nesta semana os três suspeitos de terem praticado um crime de roubo contra a família de um comerciante tradicional em Três Lagoas. O fato ocorreu na noite do último domingo (30) em uma residência na Rua Benedito Alcindo da Fonseca no bairro Santa Dumont.


Na ocasião, uma criança de 10 anos foi agredida no rosto por um dos criminosos de 17 anos que agiu com violência no momento em que seus comparsas roubavam dinheiro, jóias, relógios e aparelhos celulares. O telefone do garoto furtado pelos bandidos possui o sistema Android que possibilitou a localização dos criminosos minutos depois do crime.


Os suspeitos – dois de 17 anos e T.M.O.J de 20 anos – foram localizados e detidos em uma residência na Rua dos Papagaios no bairro Vila Carioca. No imóvel foram encontrados os materiais subtraídos das vítimas e o aparelho celular do garoto que através de seu rastreador, indicou o local exato em que estava escondido.


A polícia também apreendeu na casa certa quantidade de maconha e em uma nova incursão no imóvel de um dos suspeitos foi localizado três pés de maconha nos fundos da casa. Um veículo VW Gol de placas CPB 1408 de cor cinza possivelmente usado no crime para dar cobertura no momento do assalto foi apreendido para averiguação.


No dia do fato, os envolvidos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil e após os procedimentos legais foram ouvidos pelos investigadores da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) que investigam a participação do grupo em outros delitos da mesma natureza que ocorreram recentemente em Três Lagoas.

Jornal Midiamax