Polícia

Caminhada pede paz e protesta contra violência policial na periferia de SP

“Por que atirou em mim?” era a pergunta que os moradores da região do Jardim Ângela, zona sul paulistana, levavam escritas em camisetas brancas e repetiram em refrão ao saírem em passeata na manhã deste sábado. O ato, que ocorre todos os anos no Dia de Finados, começou como uma reação à violência que afligia […]

Arquivo Publicado em 02/11/2013, às 23h09

None

“Por que atirou em mim?” era a pergunta que os moradores da região do Jardim Ângela, zona sul paulistana, levavam escritas em camisetas brancas e repetiram em refrão ao saírem em passeata na manhã deste sábado. O ato, que ocorre todos os anos no Dia de Finados, começou como uma reação à violência que afligia o bairro na década de 90.

Jornal Midiamax