Polícia

Assaltante de caminhonete é preso em Mundo Novo

A Polícia Militar prendeu ontem (28), um paraguaio de 27 anos, suspeito de integrar uma quadrilha de roubos a caminhonetes na região do Cone Sul e na faixa da fronteira com o Paraguai. Gilberto Ferreira de Lima foi preso em Mundo Novo (MS), no momento em que adentrava em um táxi paraguaio. A polícia já […]

Arquivo Publicado em 29/06/2013, às 17h41

None
1679739623.jpg

A Polícia Militar prendeu ontem (28), um paraguaio de 27 anos, suspeito de integrar uma quadrilha de roubos a caminhonetes na região do Cone Sul e na faixa da fronteira com o Paraguai.


Gilberto Ferreira de Lima foi preso em Mundo Novo (MS), no momento em que adentrava em um táxi paraguaio. A polícia já estava monitorando o suspeito há alguns dias. Ele confessou que há cerca de três meses, juntamente com dois comparsas, roubou uma caminhonete em Eldorado (MS), distante 18 quilômetros de Mundo Novo.


Dois de seus comparsas, dias antes deste fato, haviam cometido delito semelhante em Eldorado (MS) e foram seguidos por policiais militares de Mundo Novo até uma estrada conhecida com Linha Internacional, que separa o Brasil do Paraguai.


A dupla de marginais foi detida pela Polícia Nacional Paraguaia, porém, por determinação do Ministério Público paraguaio, eles não foram entregues aos policiais militares brasileiros.


Os ladrões então permaneceram soltos e continuaram com a vida de crimes, mas Weslei Mendes foi preso no mês de maio em uma cidadezinha situada nas proximidades de Londrina (PR), por causa de um mandado de prisão expedido pela Justiça de nosso Estado.


No momento da prisão, Weslei disse que havia pago vinte mil dólares ao fiscal (promotor) da cidade paraguaia de Salto de Guairá, para que ele e seu comparsa permanecessem em liberdade.


Gilberto foi encaminhado pela PM de Mundo Novo à Polícia Civil de Eldorado, que é a responsável pela investigação dos dois roubos. Com a divulgação da prisão, o número de crimes imputados a ele deve aumentar, pois acredita-se que ele tenha praticado roubos também em Itaquiraí, Naviraí e Sete Quedas, municípios sul-mato-grossenses.

Jornal Midiamax