Polícia

Após prender suspeito de matar casal no Jd. Mansur, polícia busca mais testemunhas

Há quase quatro meses desaparecidos e apenas com a desculpa de que iriam se esconder em uma chácara, após uma briga em um bar, a polícia permanece sem pistas de Andréia Mourão, 27 anos e Marcelo Caetano, 21 anos, moradores do Jardim Mansur, em Campo Grande. Até o momento, cinco pessoas já foram ouvidas, entre […]

Arquivo Publicado em 24/06/2013, às 15h04

None

Há quase quatro meses desaparecidos e apenas com a desculpa de que iriam se esconder em uma chácara, após uma briga em um bar, a polícia permanece sem pistas de Andréia Mourão, 27 anos e Marcelo Caetano, 21 anos, moradores do Jardim Mansur, em Campo Grande.


Até o momento, cinco pessoas já foram ouvidas, entre elas a avó de Andréia que registrou a ocorrência e confirmou que ambos seriam usuários de drogas.


“Os depoimentos ainda não trouxeram informações relevantes sobre o paradeiro das vítimas e, no início da tarde desta segunda-feira (24), vamos buscar mais pessoas para falar a respeito deste caso”, comenta o delegado Edilson dos Santos, titular da DEH (Delegacia Especializada de Repressão a Homicídios).


O último andamento sobre o caso ocorreu ontem, quando o suspeito de envolvimento no crime, Thiago de Queiroz da Gama, 22 anos, vulgo ‘rato’, foi preso. Ele pode, segundo a polícia, ter matado o casal. Questionado, negou o crime, porém possui um mandado de prisão em seu desfavor e continua na cadeia.

Jornal Midiamax