Polícia

Após oitos dias desparecida, adolescente é encontrada pela polícia

Gabriela foi encontrada depois que vizinha da amiga que a abrigava entrou em contato com delegacia

Arquivo Publicado em 29/03/2013, às 11h15

None
774100114.jpg

Gabriela foi encontrada depois que vizinha da amiga que a abrigava entrou em contato com delegacia

A adolescente Gabriela Borges, de 16 anos, foi encontrada por policiais por volta das 18 horas de ontem (29), depois de ficar oito dias desaparecida.

Ela se escondia na casa de uma amiga, no bairro Los Angeles. Uma vizinha reconheceu a menina, após ver as fotos divulgadas na imprensa, e entrou em contato com a mãe de Gabriela, Selma Alves. Ela acionou a polícia, que foi verificar o local e constatou que a adolescente estava na casa. A jovem foi levada para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Conforme a delegada titular da DPCA, Regina Márcia, a amiga que a encobertava já sabia que a polícia investigava o caso e, desde então, não queria que Gabriela continuasse na casa. Ela é maior de idade e tem um filho.

Depois de prestar depoimento, Gabriela se recusou a falar com a mãe. Agora, ela está sob os cuidados de uma tia. “A delegada me orientou a dar um tempo para ela. Pedi que a minha irmã fosse buscá-la, até encontrar a melhor solução. Talvez encontrar um psicológico”, acredita Selma.

Gabriela fugiu porque quer “ser livre”

Em depoimento, a jovem disse apenas que estava descontente com a postura da mãe, que a considera muito nova para frequentar festas e bares durante a noite. Conforme a Regina, a mãe de Gabriela aparenta ser uma pessoa “sensata, e que não maltrata a filha”. Em depoimento, Gabriela confirmou esta versão.

Selma, aliviada por ter localizado a filha, disse que a filha não apresenta outros problemas no convívio familiar, se dá bem com o padrasto e tira boas notas na escola. “Ela se dá bem com meu esposo, estamos casados há 12 anos, ele criou a Gabriela e meus dois filhos mais novos”, conta. “Verifiquei na escola, ela não falta e tira boas notas. A diretora também diz que ela tem bom comportamento na sala de aula e com os colegas”, acrescenta.

As investigações da DPCA foram encerradas e o caso foi registrado como abandono familiar.

Caso

A adolescente saiu de casa na noite do dia 21. Depois de chegar da escola, ela trocou de roupa e saiu de casa. A mãe registrou um boletim de ocorrência, distribuiu cartazes pela cidade e espalhou fotos de Gabriela nas redes sociais.

Jornal Midiamax