Polícia

Servidores em greve entram em conflito com policiais em frente ao Palácio do Planalto

Servidores em greve organizaram hoje (23) mais um protesto em frente ao Palácio do Planalto e houve início de conflito com policiais militares. Cerca de 500 grevistas do Poder Judiciário e do Ministério Público participaram da manifestação, de acordo com a Polícia Militar. A confusão começou depois que um dos manifestantes derrubou uma parte da […]

Arquivo Publicado em 23/08/2012, às 21h38

None

Servidores em greve organizaram hoje (23) mais um protesto em frente ao Palácio do Planalto e houve início de conflito com policiais militares. Cerca de 500 grevistas do Poder Judiciário e do Ministério Público participaram da manifestação, de acordo com a Polícia Militar.


A confusão começou depois que um dos manifestantes derrubou uma parte da grade de proteção instalada na Praça dos Três Poderes para impedir o acesso de manifestantes ao prédio em que trabalha a presidenta Dilma Rousseff. A polícia reagiu e houve empurra-empurra. Os policiais usaram gás de pimenta para dispersar o tumulto e os manifestantes responderam atirando pedras e bandeiras.


De acordo com o tenente-coronel da PM Antônio Carlos, comandante da operação, ninguém ficou ferido e o manifestante detido por derrubar a grade foi liberado em seguida.


Os servidores do Judiciário reivindicam reajuste médio de 32% e reestruturação dos planos de carreira. De acordo com o coordenador-geral do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário e do MPU no Distrito Federal (Sindijus), Jailton Assis, a categoria está há seis anos sem aumento, nem reposição de perdas da inflação. “Os servidores estão no limite. Toda vez que vamos negociar, o governo diz que não tem dotação orçamentária. O salário inicial da nossa categoria é R$6 mil. Outras carreiras começam em R$12mil ou R$13 mil”, comparou.


A segurança do Palácio do Planalto foi reforçada durante a manifestação, que durou cerca de uma hora. Homens do Batalhão de Operações Especiais também acompanharam a movimentação. Ontem (22), durante um protesto de trabalhadores rurais também houve tumulto após a tentativa dos manifestantes se aproximarem do Palácio do Planalto.


Jornal Midiamax