Polícia

Policiais militares lotam auditório da Fetems para assembleia sobre negociação salarial

Aproximadamente mil policiais militares ocupam o auditório da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação do Mato Grosso do Sul) para participarem da assembleia geral onde será repassada a corporação, a última proposta do governador André Puccinelli (PMDB) a respeito da negociação salarial. Segundo informações do presidente da ACS (Associação de Cabos e Soldados e Bombeiros ...

Arquivo Publicado em 20/04/2012, às 17h52

None

Aproximadamente mil policiais militares ocupam o auditório da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação do Mato Grosso do Sul) para participarem da assembleia geral onde será repassada a corporação, a última proposta do governador André Puccinelli (PMDB) a respeito da negociação salarial.


Segundo informações do presidente da ACS (Associação de Cabos e Soldados e Bombeiros Militares de MS), Edmar Soares da Silva, a última proposta do governador, foi na noite de segunda-feira (16). Ele teria oferecido aumento de 6% para todas as patentes policiais e 10,23% para os soldados – o que representa uma diferença de R$ 87 no salário.


Edmar ainda disse que a partir do que for decidido hoje, vai ser determinado se a operação Tolerância Zero permanece ou se eles vão realizar o aquartelamento (policial fica dentro do quartel e só atende emergência). Ele ainda disse que é possível também que a corporação acate a proposta de Puccinelli.


Integrantes do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis) também estão no prédio da Fetems para dar apoio aos militares.

Jornal Midiamax