Polícia

Policiais de 11 estados de fronteira fazem cursos de capacitação em Dourados

Vinte e seis profissionais da segurança pública estão participando do Curso de Unidade Especializada de Fronteira, que vem acontecendo desde o dia 19 de novembro e vai até 07 de dezembro. Eles são de 10 estados fronteiriços e de Goiás, onde há uma base especializada neste tipo de ações. O curso é uma realização do […]

Arquivo Publicado em 30/11/2012, às 20h25

None

Vinte e seis profissionais da segurança pública estão participando do Curso de Unidade Especializada de Fronteira, que vem acontecendo desde o dia 19 de novembro e vai até 07 de dezembro. Eles são de 10 estados fronteiriços e de Goiás, onde há uma base especializada neste tipo de ações.

O curso é uma realização do Serviço Nacional de Segurança Pública com apoio da Secretaria de Segurança de Mato Grosso do Sul e visa capacitar profissionais de segurança pública das policias civil, militar e rodoviária.

O treinamento tem o total de 136h e compreende várias temáticas, que estão sendo trabalhadas tanto na parte teórica como prática, como: Policiamento embarcado, metodologia, equipamentos individuais e táticos, natação utilitária, investigação criminal, técnicas de entrevista, busca veicular, identificação de drogas, gestão da informação da segurança pública, georeferenciamento da segurança pública, identificação de artefatos explosivos, identificação de fraudes veiculares, direção policial, atendimento pré-hospitalar tático, táticas de confronto armado, técnicas de imobilização.

Na tarde dessa sexta-feira (30/11) a temática abordada é a identificação de artefatos explosivos, com carga horária de 8h. Segundo o supervisor do curso, Capitão Leandro Arbogast da Cunha, este treinamento tem como objetivos ampliar o conhecimento dos participantes, assim como conhecer as características e efeitos, localização das bombas e segurança de como manipular os artefatos.

Segundo o capitão essa capacitação é necessária, pois as faixas de fronteiras são muito vulneráveis e têm delitos específicos.

Os 26 participantes também terão a função de repassar as informações que aprenderem aos colegas de suas equipes, quando retornarem aos seus estados.

Jornal Midiamax