Polícia

Polícia prende dois jovens que usaram a mesma arma durante crimes em Naviraí

Na manhã de ontem (18), uma equipe de Investigadores do SIG da Polícia Civil de Naviraí, localizaram e prenderam dois jovens sendo um deles é acusado de ter cometido um homicídio e outro acusado de tentativa de homicídio em Naviraí. O primeiro a ser preso foi Diego do Nascimento Silva, vulgo “Diego Pombo”, de 21 […]

Arquivo Publicado em 19/09/2012, às 15h10

None
416640050.jpg

Na manhã de ontem (18), uma equipe de Investigadores do SIG da Polícia Civil de Naviraí, localizaram e prenderam dois jovens sendo um deles é acusado de ter cometido um homicídio e outro acusado de tentativa de homicídio em Naviraí.


O primeiro a ser preso foi Diego do Nascimento Silva, vulgo “Diego Pombo”, de 21 anos.. Os investigadores do SIG chegaram até Diego após começarem uma investigação sobre o assassinato de Cleyton Oliveira do Nascimento, de 22 anos, assassinado com um tiro no peito na manhã do ultimo dia 07 na avenida Amélia Fukuda no centro de Naviraí.


As investigações do crime levaram até Diego que ao ser preso em sua residência localizada no bairro Odercio de Matos, confessou o crime. Com ele, os policias encontraram um revólver calibre.32, municiado com seis capsulas intactas que segundo Diego foi a arma usada para cometer o assassinato, contra Cleyton.


Após a prisão de Diego, os policias lograram êxito em localizar e prender Julio Cesar de Souza Rocha, de 20 anos,em sua residência no bairro Ipê, onde o qual foi identificado como sendo autor de uma tentativa de homicídio na noite do último domingo (16) contra M.M.L, de 35 anos, o qual foi baleado no pescoço momento em que seguia de carro juntamente com sua esposa pela avenida Bataiporã próximo ao antigo laticínio em Naviraí.


Segundo informações Julio Cezar teria disparado três vezes contra a vitima, vindo a acertar dois tiros, sendo um no teto do carro e outro no pescoço da vitima ficando alojado próximo à região cervical.Ao ser preso Julio Cezar confirmou ter efetuado os disparos, alegando que a vítima teria ameaçado seu pai.


Os policiais apuraram também que a arma utilizada por Julio Cezar era a mesma que foi apreendida com Diego Pombo, o qual teria emprestado para prática do delito.


Julio Cesar foi indiciado por homicídio tentado, e vai responder em liberdade, uma vez que não se encontrava em situação de flagrante delito. Já Diego Pombo foi autuado em flagrante delito por posse ilegal de arma de fogo, e ainda vai responder por homicídio doloso. Após o flagrante Diego foi encaminhado para o Presídio local, onde ficará a disposição da justiça.

Jornal Midiamax