Polícia

Polícia ouve testemunhas e acredita que assassino de estudante é conhecido da vítima

Baseado nas investigações, as autoridades policiais suspeitam que o assassino seja alguém conhecido da vítima. Ontem a polícia ouviu quatro pessoas sobre o caso e desde então já traça uma linha de investigação.

Arquivo Publicado em 11/12/2012, às 12h45

None
1927792557.jpg

Baseado nas investigações, as autoridades policiais suspeitam que o assassino seja alguém conhecido da vítima. Ontem a polícia ouviu quatro pessoas sobre o caso e desde então já traça uma linha de investigação.

A Polícia Civil pretende ouvir nove pessoas nesta terça-feira (11), entre amigos, familiares e testemunhas, do homicídio de Lawrence Corrêa Biancão, 20 anos, encontrado morto dentro do próprio carro na avenida Noroeste, região da Orla Morena, em Campo Grande.

Baseado nas investigações, as autoridades policiais suspeitam que o assassino seja alguém conhecido da vítima. Ontem a polícia ouviu quatro pessoas sobre o caso e desde então já traça uma linha de investigação.

O delegado Wellington de Oliveira, titular da 1ª Delegacia de Polícia, disse que ainda aguarda resultados dos exames periciais. “Tudo indica que Lawrence tenha sido enforcado com um cinto ou fio cabo USB. Além disso, não descartamos que tivesse outra pessoa dentro do carro, no banco de carona, pois ele teria sido enforcado por trás”, comentou.

Lawrence foi encontrado por moradores do bairro Cabreuva que desconfiaram ao ver o carro estacionado e o jovem imóvel durante toda a manhã de domingo. Horas antes da morte, ele estava em companhia de três amigos, identificados apenas como Luís Paulo, Thaís e Igor.

Jornal Midiamax