Polícia

Polícia Civil de Costa Rica prende um dos maiores traficantes da região

Com uma sequencia de três prisões, a polícia civil de Costa Rica (MS), em ação conjunta com policiais da DERF – Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, de Campo Grande, tirou de circulação, nesta segunda-feira (17), três traficantes. Entre eles está Carlos Vieira Camilo, 48 anos, considerado o maior traficante da região norte do Estado. […]

Arquivo Publicado em 18/12/2012, às 21h51

None

Com uma sequencia de três prisões, a polícia civil de Costa Rica (MS), em ação conjunta com policiais da DERF – Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, de Campo Grande, tirou de circulação, nesta segunda-feira (17), três traficantes. Entre eles está Carlos Vieira Camilo, 48 anos, considerado o maior traficante da região norte do Estado.



“Carlinhos” como é conhecido, foi preso no início da manhã de ontem, em um posto de combustíveis localizado na entrada de Chapadão do Sul (MS). Ele foi surpreendido no momento em que vendia crack (cocaína) para um mototaxista, que alegou ser usuário de drogas. Com o traficante foram apreendidos 295 gramas de crack, 312,00 reais e mais 51 dólares.



Para os policiais “Carlinhos” confirmou ser traficante e disse que há mais de 5 anos entrega drogas na região. De acordo com ele havia trazido grande quantidade de drogas que vinha distribuindo no posto de gasolina, desde a última sexta-feira, dia 14.



De acordo com a polícia civil, “Carlinhos” fornecia drogas para os municípios sul mato-grossenses de Costa Rica, Chapadão do Sul, Cassilândia, Paranaíba e Aparecida do Taboado, além de Alto Taquari, no Mato Grosso e Mineiros, em Goiás.



Para abastecer “bocas de fumo” dos três estados, “Carlinhos” buscava drogas na Bolívia e usava como disfarce a venda de roupas, segundo informou o delegado Cleverson Alves dos Santos.



Após a prisão de “Carlinhos” em Chapadão do Sul, policiais da DERF realizaram buscas na casa dele em Campo Grande, localizada na Rua Antônio José dos Santos, no bairro Aero Rancho, onde foram encontradas mais 95 “paradinhas” de crack, que estavam com João Martinez Filho, mais conhecido como Maysa, 53 anos e Tiago de Souza Ramos, 27 anos, que também foram autuados em flagrante por tráfico de drogas.



Na casa de “Carlinhos” em Campo Grande, ainda foram apreendidos diversos cartões de crédito, talões de cheque e extratos bancários que mostram grande movimentação financeira, além de documentos pessoais de várias pessoas e documentos de pelo menos 5 veículos diferentes.



O veículo em que estava “Carlinhos”, um Vectra Hatch, cor prata, também foi apreendido.


Jornal Midiamax