Polícia

Papa pede que se visitem idosos, doentes, presos e crianças no Natal

O papa Bento 16 convidou os católicos de todo o mundo a visitar idosos, doentes, presos e crianças durante as festas do Natal, como um gesto de acolhida inspirado por Deus. O pedido foi feito durante o tradicional Angelus dominical, na praça de São Pedro, celebrado na véspera do dia de Natal, durante o qual […]

Arquivo Publicado em 24/12/2012, às 00h00

None

O papa Bento 16 convidou os católicos de todo o mundo a visitar idosos, doentes, presos e crianças durante as festas do Natal, como um gesto de acolhida inspirado por Deus.



O pedido foi feito durante o tradicional Angelus dominical, na praça de São Pedro, celebrado na véspera do dia de Natal, durante o qual celebrará a Missa do Galo, na basílica de São Pedro, no Vaticano.



“Onde há acolhida, hospitalidade recíproca, atenção, espaço para o outro, ali está Deus”, disse o pontífice, de 85 anos.



“Visitemos a todos que têm problemas, em particular os doentes, os presos, os idosos e as crianças”, acrescentou.



O Papa pediu aos católicos que realizem “gestos concretos” de solidariedade com as pessoas em dificuldade, tal como fez o Papa com seu ex-mordomo, a quem concedeu no sábado o indulto, após este passar 117 dias preso pelo roubo de documentos confidenciais.



O ex-mordomo papal, Paolo Gabriele, tinha sido condenado em outubro a 18 meses de prisão por ter subtraído documentos secretos do Vaticano, que em seguida transmitiu à imprensa.



Apesar da condenação, o Vaticano informou que ajudará Gabriele a recuperar uma vida tranquila com sua família e lhe garantirá um trabalho na Itália, possivelmente em alguma congregação.



O Papa dará na terça-feira a bênção de Natal do balcão da Basílica de São Pedro e divulgará a mensagem “Urbi et Orbi” (à cidade e ao mundo), na qual costuma apelar pela paz e pela solidariedade no mundo.


Jornal Midiamax