Polícia

Mulheres policiais de MS têm ratificada valorização de seu trabalho

trabalho

Arquivo Publicado em 07/03/2012, às 14h40

None
217658351.jpg

trabalho

Pessoa atenta aos detalhes durante as investigações, ser – humano que se utiliza do aspecto maternal no atendimento as crianças, além de inserida em diligências e trabalhos operacionais da polícia. É dessa maneira que muitos delegados e militares definem a participação da mulher e o seu atual comportamento na elucidação de casos.


“O número de delegadas e policiais mulheres tem crescido cada vez mais e esse espaço só tem a aumentar. Sou policial há 37 anos e há 26 inauguramos uma unidade policial de atendimento à mulher. Como exemplo de São Paulo, foi inaugurada a nossa delegacia, que hoje é a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher) e já temos onze regionais distribuídas pelo Estado”, afirma o delegado Sidney Alberto.


Com 26 anos de existência da Deam e em comemoração alusiva ao Dia Internacional da Mulher, policiais de diversas forças se reuniram na manhã desta quarta-feira, na Acadepol/MS (Academia de Polícia de Mato Grosso do Sul), no Parque dos Poderes, para palestrar sobre o seu espaço no poder.


De acordo com a delegada adjunta da Deam, Marília de Brito, a polícia realizou 150 flagrantes de crimes contra a mulher em 2011, além de concluir dois mil inquéritos policiais e realizar uma média de 70 atendimentos ao dia.


“Temos de educar os nossos filhos para o futuro”, diz a delegada referindo aos valores repassados sobre a mulher. Em relação aos atendimentos, o delegado Sidney afirma que o “machismo” ainda é um dos principais responsáveis por crimes de estupro e violência doméstica.


”Quando a mulher sofre uma violência sexual, é mais fácil ela se identificar com outra mulher e contar sobre o crime. O fato de muitas mulheres, principalmente as mais humildes, serem submissas aos homens e com isso sofrerem violência doméstica, é um caso em que elas preferem dividir também com outra mulher, por isso a delegacia especializada”, explica o delegado Sidney.


Além de homenagens as mulheres que trabalharam e participaram da delegacia da mulher de alguma maneira nestes últimos 26 anos, palestras com o tema da educação por Marisa Serrano e Sheila Vendramini estão sendo ministradas hoje.


As mulheres interessadas em denunciar crimes contra a sua pessoa ou até mesmo denúncias anônimas, podem entrar em contato através dos telefones (67) 3384-1149 e (67) 3384-2946 ou também através da Delegacia Virtual pelo site http://pc.ms.gov.br.

Jornal Midiamax