Polícia

Marido é preso depois de agredir mulher por quase 15h em Dourados

Sidnei Machado de Arruda, de 35 anos, foi preso depois de surrar a mulher por quase 15 horas. Ele chegou em casa na madrugada de ontem e começou a bater na vítima, Andreia da Silva, de 30 anos. O casal foi dormir e ao acordarem a sessão de pancadaria foi retomada. Durante a manhã e […]

Arquivo Publicado em 15/09/2012, às 12h07

None

Sidnei Machado de Arruda, de 35 anos, foi preso depois de surrar a mulher por quase 15 horas. Ele chegou em casa na madrugada de ontem e começou a bater na vítima, Andreia da Silva, de 30 anos. O casal foi dormir e ao acordarem a sessão de pancadaria foi retomada.


Durante a manhã e a tarde desta sexta-feira Sidnei bateu na mulher, que somente por volta das 17h resolveu chamar a polícia. Eles são moradores de uma área invadida, a cancha do Jockei Clube. O bairro foi batizado pelos moradores como Vila Nova. Mais de 350 famílias moram no local.


A polícia foi até a residência do casal, mas Sidnei conseguiu fugir, se escondendo em um bar da região. Por meio de denúncia, os policiais chegaram até ele, que foi detido e encaminhado à delegacia.


Andreia prestou depoimento e disse que as agressões eram frequentes. Ela está cheia de hematomas no rosto e em várias partes do corpo. O delegado arbitrou fiança de 10 salários mínimos e como Sidnei não pagou, ele encontra-se preso na delegacia do 1ºDP.

Jornal Midiamax