Polícia

Canja de galinha estragada intoxica 91 policiais em selva peruana

Um prato de comida estragada causou a intoxicação de 91 policiais na base de Mazuco, na região de selva de Madre de Dios. O chefe da Polícia Nacional da região sudeste peruana, general Héctor Dulanto, disse neste sábado que os policiais apresentaram febre, vômitos e mal-estar estomacal após comerem um prato de canja de galinha […]

Arquivo Publicado em 21/04/2012, às 18h15

None

Um prato de comida estragada causou a intoxicação de 91 policiais na base de Mazuco, na região de selva de Madre de Dios. O chefe da Polícia Nacional da região sudeste peruana, general Héctor Dulanto, disse neste sábado que os policiais apresentaram febre, vômitos e mal-estar estomacal após comerem um prato de canja de galinha na base, localizada na província de Tambopata.


Em entrevista à emissora Rádio Programas do Perú (RPP), Dulanto acrescentou que parte dos agentes foi enviada a um hospital policial na cidade do Cuzco, na região vizinha do mesmo nome. Já um grupo de suboficiais foi atendido no hospital Santa Rosa de Puerto Maldonado, capital de Madre de Dios, informou a imprensa local.


Os motivos da intoxicação em massa estão sendo investigados por representantes do escritório de Inspetoria, anunciou o chefe policial. Um dos intoxicados denunciou o ocorrido à rádio. “Nos envenenaram maciçamente com ovo e pescado estragado e carne suja”.


Segundo o delator, os policiais foram internados no posto médico de Mazuco, mas como não havia remédios, foram transferidos para outros centros de saúde.

Jornal Midiamax