Polícia

Brasileiros são presos na Bolívia acusados de corrupção

Dois brasileiros foram presos na Bolívia por suposta relação com uma rede de funcionários públicos acusados de extorsão, que foi desmantelada nas últimas semanas. A informação foi confirmada nesta segunda-feira pelo vice-ministro de Regime Interior, Jorge Pérez. Carlos da Silva e sua mulher, Carla Roberta, foram detidos no sábado, quando tentavam deixar a Bolívia. O […]

Arquivo Publicado em 11/12/2012, às 01h17

None

Dois brasileiros foram presos na Bolívia por suposta relação com uma rede de funcionários públicos acusados de extorsão, que foi desmantelada nas últimas semanas. A informação foi confirmada nesta segunda-feira pelo vice-ministro de Regime Interior, Jorge Pérez.

Carlos da Silva e sua mulher, Carla Roberta, foram detidos no sábado, quando tentavam deixar a Bolívia. O casal foi acusado de suborno passivo. Eles estariam ligados a rede de funcionários do governo e da administração judiciária, que extorquia presos.

Carlos e Carla foram denunciados pelos empresários Jeferson Cirili e Claudinet Kolinski, também brasileiros, que estão sob detenção domiciliar, e supostamente teriam sido vítimas da quadrilha. Desde a divulgação da existência desta rede, no dia 27 de novembro, o Ministério de Governo boliviano recebeu dezenas de denúncias de presos que garantem ter sofrido extorsões deste grupo, que seria liderado pelo ex-assessor jurídico do Ministério de Regime Interior, Fernando Rivera.

Jornal Midiamax