Polícia

Autor de disparos que matou homem em boate se apresenta à polícia em Dourados

George Volpe Ajala, 24 anos, morador na região do Grande Itália, se apresentou à polícia como autor dos disparos que matou Autélio Avelino da Silva, 27 anos, por volta das 3h30 da madrugada de domingo (22), após uma confusão ocorrida em uma boate, localiza na rua Mato Grosso, na região central da cidade. A versão […]

Arquivo Publicado em 24/07/2012, às 11h39

None
138387076.jpg

George Volpe Ajala, 24 anos, morador na região do Grande Itália, se apresentou à polícia como autor dos disparos que matou Autélio Avelino da Silva, 27 anos, por volta das 3h30 da madrugada de domingo (22), após uma confusão ocorrida em uma boate, localiza na rua Mato Grosso, na região central da cidade.


A versão dele é que estava na boate quando passou pela vítima e tropeçou em Autélio, voltou pediu desculpas, a vítima não falou nada, só balançou a cabeça. Ele foi até o bar pegou uma cerveja e retornou ao local. A vítima com mais quatro pessoas começou a agredi-lo com socos e chutes, a briga foi separada por seguranças da boate e todos foram colocados para fora.


Lá fora, na calçada, ele ouviu quando um dos amigos de Autélio disse “vai no carro e pega a arma”, ele também foi no carro, pegou sua a arma e ficou por ali. No momento em que viu Autélio sacando da cintura a arma, ele sacou também (não se recorda quem deu o tiro primeiro, pois estava muito alcoolizado) e deu vários tiros e a vítima também.


George Ajala levou um tiro no braço, quando viu Autélio cair fugiu, a arma caiu na fuga, pensou em voltar para pegar mas várias pessoas corriam atrás dele. Então ele esperou um pouco, deu o contorno na quadra, e voltou ao local para pegar o carro e foi embora.


Apresentou-se acompanhado de seu advogado e prestou depoimento ao Delegado Umberto Perez Lima. Ele alegou legítima defesa. As imagens do serviço de segurança estão no núcleo da perícia para serem analisadas. Os fatos estão sendo apurados pela polícia. Por enquanto ele responderá o crime em liberdade.

Jornal Midiamax