Polícia

Após confrontos, presidente do Paraguai destitui ministro do Interior e chefe de polícia

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, destituiu nesta sexta-feira (15) o ministro do Interior, Carlos Filizzola, e o chefe da polícia, Paulino Rojas, após os confrontos entre oficiais da ordem e camponeses que deixaram ao menos 16 mortos na cidade de Curuguaty. “Coloquei meu cargo à disposição e o presidente aceitou”, afirmou Filizzola em coletiva […]

Arquivo Publicado em 16/06/2012, às 00h29

None

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, destituiu nesta sexta-feira (15) o ministro do Interior, Carlos Filizzola, e o chefe da polícia, Paulino Rojas, após os confrontos entre oficiais da ordem e camponeses que deixaram ao menos 16 mortos na cidade de Curuguaty.


“Coloquei meu cargo à disposição e o presidente aceitou”, afirmou Filizzola em coletiva de imprensa.


O ministro da Educação, Víctor Ríos, anunciou também que foi retirado de seu cargo o chefe da polícia, Paulino Rojas.


As destituições desses funcionários ocorrem após terem sido registrados violentos confrontos entre forças de segurança e camponeses sem terras que ocupavam uma fazenda em Curuguaty, 250 km a nordeste de Assunção.


Nos confrontos morreram sete policiais e ao menos nove camponeses, segundo relatórios oficiais.


Jornal Midiamax