Polícia

Acusado de matar pedreiro a golpes de facão se apresenta a polícia em Coxim

Ederson da Silva, de 31 anos, acusado de executar a golpes de facão o pedreiro Mauro de Souza Garcia, de 30 anos, se apresentou na tarde desta sexta-feira (27), na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Coxim juntamente com seu advogado. Em depoimento ao delegado responsável pelo caso, Bruno Henrique Urban, Silva contou que matou Garcia, […]

Arquivo Publicado em 28/07/2012, às 13h00

None

Ederson da Silva, de 31 anos, acusado de executar a golpes de facão o pedreiro Mauro de Souza Garcia, de 30 anos, se apresentou na tarde desta sexta-feira (27), na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Coxim juntamente com seu advogado.


Em depoimento ao delegado responsável pelo caso, Bruno Henrique Urban, Silva contou que matou Garcia, por que no mês de março deste ano ele entrou em sua residência de madrugada e estuprou sua filha de apenas 9 anos de idade.


Na data do crime, o autor chegou a lutar com a vítima, mas ele acabou escapando. Além disso, todas as vezes que Garcia passava por Silva ficando rindo dele.


Na manhã desta sexta-feira, Ederson estava indo para o trabalho e encontrou Mauro, que o provocou.


Ederson foi até uma oficina mecânica, pegou um facão e foi atrás de Mauro na rua Ferreira na Vila São Paulo, onde o acertou primeiro na cabeça. Após o primeiro golpe Garcia correu para um hotel em obras, nas margens da BR-163, no local o autor acertou sua mão onde decepou seu polegar direito e finalizou acertando seu rosto, que ficou completamente desfigurado.


Ainda conforme o delegado, Mauro possuía diversas passagens pela polícia por tentativa de estupro e estupro, ele era acostumado a entrar na residência durante a madrugada e praticar o crime.


Dias atrás, Mauro chegou a perseguir a filha de Ederson quando ela voltava da escola.


Ederson que não quis falar com a imprensa, esta sendo acusado de homicídio simples e vai responder o crime em liberdade.

Jornal Midiamax