A Polícia Militar Rodoviária apreendeu nesta quinta-feira (24) cerca de 130 kg de maconha em um Prisma prata, conduzido por Alessandro Adriano, de 33 anos. Ele tentou fugir da polícia abandonando o veículo e correndo para uma propriedade rural.

Alessandro informou que pagou R$ 7 mil pelo entorpecente em Pedro Juan Caballero, Paraguai, e teria como destino a cidade de Rondonópolis (MT), município onde reside. Alessandro afirmou também que a droga era de sua propriedade e ele mesmo iria comercializá-la.

Quando questionado sobre sua atividade profissional em Rondonópolis, informou que é autônomo e trabalha com colocação de forro de PVC e divisórias para escritório. Quanto aos motivos que teriam levado Alessandro a traficar drogas, disse que sua intensão era dobrar seu capital para pagar dívidas.

Ao todo, foram contabilizados 129 tabletes de maconha, além de brinquedos e dinheiro em espécie. Alessandro foi encaminhado para Depol de Sidrolândia, e poderá ser levado para o Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) em Campo Grande.

Perseguição

Policiais interceptaram Alessandrio numa estrada vicinal que dá acesso a rodovia MS-060, região do Capão Seco, conduzindo o veículo Chevrolet/Prisma recheado de maconha e produtos de origem estrangeira. Os policiais desconfiaram do veículo ainda no perímetro urbano da cidade.

Ao abordar Alessandro, ele fugiu sentido Campo Grande na MS-060. Em determinado momento, o condutor entrou numa estrada vicinal conhecida como cabriteira e que dá acesso à estrada do Capão Seco.

Durante a perseguição ao suspeito, os policias tentaram interceptar o veículo que trafegava em alta velocidade até que um dos pneus dianteiros de seu carro estourou. Momento em que abandonou o veículo e se correu para uma propriedade rural. Os policiais partiram atrás de Alessandro que foi capturado.