Polícia

Saiba o que policiais vão cobrar no trânsito neste fim de ano e evite transtornos em MS

Tanto nas rodovias de MS, como na área urbana de Campo Grande, neste fim de ano, policiais federais, estaduais e municipais se unirão para intensificar o policiamento e coibir infrações e crimes mais comuns.

Arquivo Publicado em 24/12/2011, às 13h08

None

Tanto nas rodovias de MS, como na área urbana de Campo Grande, neste fim de ano, policiais federais, estaduais e municipais se unirão para intensificar o policiamento e coibir infrações e crimes mais comuns.

Com o aumento do fluxo de condutores e pedestres, tanto nas rodovias do Estado como na área urbana de Campo Grande, neste fim de ano, policiais federais, estaduais e municipais se unirão para intensificar o policiamento nesta época.


A “Operação Rodovia” teve início nesta sexta-feira (23), tem como prioridades a alcoolemia, motociclistas, ultrapassagem e velocidade. Além de prever ações pontuais e simultâneas a partir da integração dos órgãos da União, Estados e Municípios.


O projeto é de iniciativa da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e contará com a participação da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito ), Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito)  e PRE (Polícia Rodoviária Estadual), além do reforço da Polícia Civil para o recebimento de presos em flagrante por embriaguez, dentre outros delitos de trânsito.


Ações


De acordo com assessoria da PRF, os policiais irão verificar documentos, estado de conservação dos veículos, itens de segurança, respeito às regras de circulação. Ainda coibirão infrações de trânsito, especialmente excesso de velocidade, ultrapassagem proibida e direção sob efeito de álcool.


O grande foco da ação é dar tranquilidade aos usuários das vias urbanas e das estradas que cortam o Estado. O Ministério da Justiça quer com a ‘Rodovida Integrada’ fortalecer a integração entre os órgãos de segurança e conscientizar condutores e usuários da necessidade de cada um contribuir para garantir um trânsito mais seguro.

Jornal Midiamax