Policiais Militares Ambientais de Campo Grande (MS) faziam fiscalização ontem na região do Cachoeirão, nos pesqueiros do Aparecido e Neném, no município de Terenos (MS), para atender denúncias de pesca predatória e prenderam 04 pescadores de Campo Grande.

Os pescadores, que estavam hospedados nos pesqueiros, haviam capturado 50 kg de pescado das espécies curimbatá, piraputanga e piau-três-pintas, sendo vários exemplares em tamanhos inferiores ao permitido. Embora não tenham capturado o pescado no período proibido, a captura de peixe fora da medida permitida pela legislação também é crime punível com as mesmas penalidades da pesca durante a piracema.

Com os pescadores foram apreendidos: 50 kg de pescado e 2 molinetes. Ainda foram soltos no rio 21 exemplares de curimbatá e piraputanga que estavam vivos.

Os policiais deram voz de prisão aos autuados, que foram conduzidos à delegacia de polícia civil de Terenos, onde eles foram autuados em flagrante por crime de pesca predatória. Eles poderão pegar pena de 1 a 3 anos de detenção. A PMA também multou administrativamente em R$ 1.000,00 cada autuado.