Polícia

Polícia registra dois assaltos em Ponta Porã no feriado

Dois assaltos foram registrados pela Polícia Militar de Ponta Porã durante o feriado de Carnaval. O primeiro ocorreu em um mercado na Avenida Brasil, centro da cidade. O comerciante F.J.S., 27 anos, disse que o roubo foi praticado por dois elementos que estavam em uma motocicleta Star, cor vermelha. Segundo a vítima, o elemento que […]

Arquivo Publicado em 10/03/2011, às 16h17

None

Dois assaltos foram registrados pela Polícia Militar de Ponta Porã durante o feriado de Carnaval. O primeiro ocorreu em um mercado na Avenida Brasil, centro da cidade. O comerciante F.J.S., 27 anos, disse que o roubo foi praticado por dois elementos que estavam em uma motocicleta Star, cor vermelha.

Segundo a vítima, o elemento que estava na carona da moto anunciou o assalto com um revólver e roubou cerca de R$ 300. Logo em seguida a dupla fugiu rumo a Pedro Juan Caballero (Paraguai). A PM fez rondas, mas não conseguiu localizar os ladrões. A vítima foi orientada a formalizar a queixa no 1º Distrito Policial.

O segundo ataque aconteceu na Alameda dos Troles, no bairro Ferroviária, num aparente ‘acerto de contas’ por causa de dívida. A vítima, A.C.G., 45 anos, que estava nervoso e com as roupas sujas de barro, disse que saiu de seu trabalho no Jardim Boa Vista e se dirigiu para casa.

Contou que ao se aproximar do quebra-molas da Rua 12 de Outubro, em frente da Escola Municipal Adê Marques (‘Adezinho’), percebeu a aproximação de um automóvel Ford/Fiesta tipo Sedan, cor preta, placas HTT-7010, com quatro elementos, todos encapuzados.

Que ato em contínuo o carro ‘fechou’ a motocicleta que a vítima conduzia, já próximo de sua casa. Um dos encapuzados desceu do veículo e foi em sua direção. Vendo que seria rendido, o motoqueiro largou a moto e fugiu pulando o muro das casas dos vizinhos, conseguindo escapar.

A vítima contou à PM que o proprietário do veículo seria seu cunhado, identificado como Juliano Prado da Silva, contra o qual já havia registrado queixa de ameaça, pelo fato de o cunhado ter uma dívida com ele que foi parar na justiça. O parente o teria ameaçado para que tirasse a denúncia, senão o mataria.

Acompanhado pelos policiais, o denunciante foi até a esquina de sua casa, onde havia deixado sua motocicleta no chão, mas não a encontrou mais. O homem disse que a moto é uma Kenton/150cc, cor vermelha, de procedência estrangeira. Ele foi orientado a registrar o roubo no 1º Distrito Policial. A PM fez buscas nas imediações, mas não encontrou os supostos ladrões.

Jornal Midiamax