Polícia

Polícia prende três acusados de furtas motos em Naviraí

A Polícia Militar prendeu na tarde desta segunda-feira (02), três homens acusados de estarem praticando furtos de motos em Naviraí. Os policiais realizavam patrulhamento pela Rua João Rigonato, quando avistaram dois homens conduzindo duas motos em atitudes suspeitas. Os policiais abordaram os homens e constataram que Donizete Rizzo, de 24 anos, conduzia a moto CG […]

Arquivo Publicado em 03/05/2011, às 10h47

None

A Polícia Militar prendeu na tarde desta segunda-feira (02), três homens acusados de estarem praticando furtos de motos em Naviraí.

Os policiais realizavam patrulhamento pela Rua João Rigonato, quando avistaram dois homens conduzindo duas motos em atitudes suspeitas. Os policiais abordaram os homens e constataram que Donizete Rizzo, de 24 anos, conduzia a moto CG Titan de cor vermelha placas HSO-0636 e empurrava com o pé a outra moto uma CG Today de cor preta placa HQK-1782, que estava sendo conduzida por seu irmão Adalberto Rizzo, de 26 anos.

Na abordagem, os policiais constataram que na moto CG Today, estava faltando algumas peças do motor, e ao indagar os irmãos sobre a procedência das motos, ambos entraram em contradição confessando em seguida eram furtadas.

Com os irmãos os policiais encontraram ainda uma sacola com várias peças da moto e algumas ferramentas. Ao fazer uma revista pessoal neles, os policiais encontraram no bolso da calça de Adalberto, nove porções de crack, que segundo eles seriam para o próprio consumo já que ambos dizem serem viciados.

Os dois ainda disseram aos policiais que apenas estavam transportando a moto furtada e que o autor do furto seria um homem conhecido pelo apelido de Bugão, indicaram ainda onde o mesmo se encontrava.

Diante das informações os policias saíram em diligencia e conseguiram localizar e prender Altair Cardoso, de 29 anos, mais conhecido como Bugão, que estava em uma residência localizada na Rua Belém do Pará no bairro Eucalipto.

Os três acusados receberam voz de prisão e foram encaminhados para a Delegacia de Policia Civil. Segundo informações os três já têm várias passagens pela polícia.

Jornal Midiamax