Um total de 23 paraguaias e uma peruana foram resgatadas em um prostíbulo onde funcionava uma rede de prostituição em Florencio Varela, nos arredores de Buenos Aires, informou a Polícia neste domingo.

As mulheres foram liberadas durante uma operação da Polícia argentina, que também deteve cinco pessoas e apreendeu três escopetas, um revólver, telefones celulares, documentos e dinheiro, precisou um comunicado da força de segurança.

A investigação começou depois de uma denúncia de uma mulher da província argentina de Corrientes, que recebeu uma falsa proposta de trabalho por parte do grupo e que, por fim, conseguiu escapar e denunciar o caso para a Justiça.