Polícia

Polícia escava casa em busca de jovem desaparecida há cinco anos no interior de MS

Na manhã desta quinta-feira (3), a Polícia Civil de Costa Rica começou a fazer escavações em uma residência do Bairro Vale do Amanhecer, onde supostamente estaria enterrado o corpo de uma jovem que está desaparecida há quase cinco anos. As escavações iniciam em um corredor na frente da residência localizado na parte externa. O delegado […]

Arquivo Publicado em 03/03/2011, às 13h58

None

Na manhã desta quinta-feira (3), a Polícia Civil de Costa Rica começou a fazer escavações em uma residência do Bairro Vale do Amanhecer, onde supostamente estaria enterrado o corpo de uma jovem que está desaparecida há quase cinco anos.

As escavações iniciam em um corredor na frente da residência localizado na parte externa. O delegado Cleverson Alves dos Santos informou que será escavado uma profundidade de um metro e meio, e a operação deve durar cerca de três dias.

A residência tem três quartos, dois banheiros e uma área de fundo, são aproximadamente 130 metros quadrados de área construída. Os acusados de terem assassinado Vanessa Ferreira da Silva, não compareceram ao local da escavação.

O advogado dos acusados, Roberto Rodrigues está acompanhando o trabalho, disse que seus clientes são inocentes e estão dispostos a colaborarem com a justiça, pois estão sofrendo uma pressão muito grande da sociedade.

A autorização judicial solicitada pelo delegado foi deferida no último dia 18, porém o delegado aguardava que o morador da casa encontrasse outra residência para alugar, porém não encontrou. Para quebrar o concreto do piso da casa a prefeitura cedeu dois funcionários e outros dois são detentos do semi-aberto.

Entenda o caso:

Um casal está sendo acusado de serem os autores do assassinato da adolescente Vanessa Ferreira da Silva que na época do desaparecimento tinha 15 anos de idade e estaria grávida de três meses.

De acordo com as investigações policiais a jovem foi morta por asfixia com o uso de um travesseiro e o corpo enterrado no interior da residência que o acusado estava construindo.

As pessoas ouvidas pela polícia até agora apontam o motivo para o crime como passional (motivado pela paixão) uma vez que a adolescente tinha um relacionamento amoroso com o rapaz acusado pelo desaparecimento.

De acordo ainda com as investigações, a esposa do acusado estaria envolvida no suposto homicídio.

Jornal Midiamax