Polícia

Perseguido pela polícia, homem joga dinamite em BR e é preso próximo a Jaraguari

Com a tentativa de abordagem da PM, o condutor do veículo saiu em alta velocidade, em sentido a Jaraguari, quando começou a perseguição

Arquivo Publicado em 19/10/2011, às 15h05

None
521442030.jpg

Com a tentativa de abordagem da PM, o condutor do veículo saiu em alta velocidade, em sentido a Jaraguari, quando começou a perseguição

Foi preso na noite desta terça-feira (18), por volta das 22h, Erick Borges Junior, 29 anos, com duas bananas de dinamite. A prisão foi feita em uma ação conjunta da Polícia Militar, Garras e Derf. O rapaz conduzia um C4 Pallas, com placa de Cuiabá, na Avenida Mascarenhas de Moraes.


Com a tentativa de abordagem da PM, o condutor do veículo saiu em alta velocidade, em sentido a Jaraguari, quando iniciou a perseguição. A polícia teve de disparar tiros contra o carro de Junior no km 518 da BR-162, na tentativa de parar o veículo.


Durante a perseguição, os policiais perceberam que uma sacola havia sido arremessada de dentro do carro de Junior, onde havia duas dinamites da marca Ibegel. Segundo o jovem, ele pegou os explosivos na casa de Marileth Silvério da Silva, de 35 anos, que nega o envolvimento com o crime.


Na casa de Marileth, no Jardim Anache, foram encontrados quase sete quilos de maconha em seis tabletes. Ela alega que a droga era a única encomenda que entregaria a Junior. A mulher, que é tetraplégica por conta de um tiro, irá responder por tráfico de drogas.


Erick Borges Junior tem passagem na polícia por homicídio. Ele vai responder por formação de quadrilha, pois, de acordo com a polícia, pode ter comparsas que entregaram a dinamite, ou até mesmo ter conseguido o explosivo em alguma mineradora ou pedreira.


As dinamites podem ter saído inclusive de alguma obra de obra implosão de estádios de futebol da Copa de 2014.


O uso de dinamite é considerado crime dentro da qualificação de porte ilegal de armas. Ele falou que receberia 200 para entregar o explosivo. A polícia irá investigar a procedência dos explosivos junto ao Exército. As dinamites são semelhantes a outras encontradas em uma tentativa de furtos no caixa eletrônico na Avenida Bandeirantes.


A polícia acredita que as dinamites sejam para explodir caixa eletrônico e, através de Junior, chegará ao restante dos comparsas.

Jornal Midiamax