Polícia

Pelo menos 80 policiais estão contendo a rebelião na Máxima

Pelo menos 80 policiais militares, além de agentes penitenciários estão neste momento tentado conter a rebelião que ocorre neste momento no presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. A Polícia Militar confirmou que dez pessoas foram feitas reféns, sendo que quatro já foram liberadas. A tentativa de fuga ocorreu por volta das 11h30. As ruas […]

Arquivo Publicado em 02/05/2011, às 15h37

None
684395631.jpg

Pelo menos 80 policiais militares, além de agentes penitenciários estão neste momento tentado conter a rebelião que ocorre neste momento no presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. A Polícia Militar confirmou que dez pessoas foram feitas reféns, sendo que quatro já foram liberadas. A tentativa de fuga ocorreu por volta das 11h30. As ruas que dão acesso ao presídio estão interditadas pelos policiais.

O acusado de ser o cabeça da rebelião identificado anteriormente pelos agentes como Carlos Henrique dos Santos na verdade o sobrenome dele é da Silva e foi confirmado pela Policia Militar.

Neste momento o capitão Wagner da Cigcoe está negociando com os detentos para a liberação dos outros reféns. Santos pediu um advogado e a presença da mulher para começar as negociações.

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado de Mato Grosso do Sul (Sejusp) não confirma nenhuma rebelião, apenas confirmou que um detento está neste momento provocando tumulto e pegou uma pessoa como refém.

Jornal Midiamax