Polícia

Pai desacata policiais na delegacia e fica preso junto com o filho

Durante autuação de um jovem de 18 anos na delegacia, por estar praticando ‘racha’ na Vila São João, em Ponta Porã, o pai do rapaz foi chamado à delegacia e acabou ficando preso com o filho, por desacatar os policiais que atendiam a ocorrência. O caso ocorreu na madrugada de sábado. De acordo com a […]

Arquivo Publicado em 20/06/2011, às 21h48

None

Durante autuação de um jovem de 18 anos na delegacia, por estar praticando ‘racha’ na Vila São João, em Ponta Porã, o pai do rapaz foi chamado à delegacia e acabou ficando preso com o filho, por desacatar os policiais que atendiam a ocorrência. O caso ocorreu na madrugada de sábado.


De acordo com a Polícia Militar, por volta das 2h30 uma equipe se deslocava para o bairro São João para atender uma denúncia de disparos de arma de fogo, quando na Rua Jamil Saldanha Derzi se deparou com dois veículos disputando um racha.


Os carros, um Ford/Courier, cor prata, placas HTG-2586, conduzido por um militar de 18 anos, lotado no 11° RC Mec (Regimento de Cavalaria Mecanizado) de Ponta Porã, cujo nome não foi divulgado pela polícia e um Fiat/Palio importado, cor preta, placas BBG-456 (Paraguai), dirigido por Rafael Abbate Zárate, de 18 anos, de nacionalidade paraguaia, foram interceptados e apreendidos.


Os envolvidos foram conduzidos ao 1° Distrito Policial e entregues sem lesões corporais para as providências cabíveis. O militar foi entregue sem lesões corporais a um sargento do Exército, adjunto do oficial de dia do 11° RC Mec, para as providências cabíveis.


Enquanto faziam os procedimentos em relação ao jovem paraguaio, os policiais entraram em contato com o pai do acusado, Miguel Angel Abbate Cortazar, 51 anos, também de nacionalidade paraguaia, que momentos depois chegou à delegacia falando em voz alta, perguntando o que estava acontecendo.


Ao ouvir o relato, segundo os PMs, o pai teria se revoltado e começado a gritar que a Polícia Militar não poderia “fazer isso”, e ainda: “Isso não vai ficar assim, vocês vão pagar por isso”. Diante do fato foi dada voz de prisão ao autor por desacato e entregue juntamente com o filho, sem lesões corporais, para procedimentos cabíveis.

Jornal Midiamax