Polícia

Médico procura a polícia após ser ameaçado em atendimento

“Vou fazer igual o que faço em Presidente Epitácio (SP), quebrar tudo e bater no médico”, teria dito o paciente ao ser informado que seu atendimento seria ambulatorial

Arquivo Publicado em 14/11/2011, às 00h10

None

“Vou fazer igual o que faço em Presidente Epitácio (SP), quebrar tudo e bater no médico”, teria dito o paciente ao ser informado que seu atendimento seria ambulatorial

Um médico do Hospital Hélio Martins em Brasilândia (399 km de Campo Grande), procurou a polícia para registrar um boletim de ocorrência contra M.P.M. de 43 anos.

De acordo com o médico, por volta das 16h deste domingo (13), durante o atendimento, o profissional da saúde informou ao paciente que o atendimento dele deveria ser ambulatorial.

Diante disso, o acusado teria falado “vou fazer igual o que faço em Presidente Epitácio (SP), quebrar tudo e bater no médico”.

Jornal Midiamax