Policiais Militares Ambientais de Campo Grande e Miranda, em operação conjunta, em um local denominado Pesqueiro da Chapena, em Bodoquena, prenderam ontem às 17h, dois turistas paulistas que praticavam pesca predatória.

Os pescadores, residentes em Santa Cruz do Rio Pardo (SP), haviam capturado peixes com tamanhos inferiores e acima da cota permitida pela legislação em vigor, que é de 10 kg mais um exemplar e 05 piranhas por pescador.

Foi realizada a apreensão de 81,5 kg de pescado, das espécies Piavuçu, Dourado, Pacu, Piraputanga, Mandi, Pintado e Traíra. Os pescadores receberam voz de prisão pelo crime de pesca predatória e foram encaminhados, juntamente com pescado, petrechos de pesca e materiais apreendidos, para a Delegacia de Policia Civil de Bodoquena, onde foram autuados em flagrante e saíram após pagamento de fiança.

Cada pescador foi autuado administrativamente e recebeu multa no valor R$ 2,34 mil.
Há dois dias, as mesmas equipes prenderam cinco turistas com 80 kg de pescado ilegal em Anastácio.