Polícia

Mãe biológica ‘sequestra’ filho e recebe intimação da polícia

A mãe biológica, Grasielli Leone, está com o filho desde sábado (24) quando deveria tê-lo devolvido na segunda-feira (26). Após essa data, a mãe 'adotiva' não teve mais notícias do filho.

Arquivo Publicado em 27/12/2011, às 16h43

None
125189197.jpg

A mãe biológica, Grasielli Leone, está com o filho desde sábado (24) quando deveria tê-lo devolvido na segunda-feira (26). Após essa data, a mãe ‘adotiva’ não teve mais notícias do filho.

Após ter autorização para passar o Natal com o filho, Grasielli Nathália Leone é acusada por estar com posse ilegal de Valentin Alves Martins Júnior, de 3 anos, que tem a guarda provisória com Solange Cristina Barbosa.


Segundo a mãe “adotiva”, a criança está com ela desde o dia 4 de abril deste ano, e conseguiu a guarda provisória do menino em junho de 2011. Solange foi casada 12 anos com o pai de Júnior, com quem teve mais dois filhos, um menino de 14 anos e uma menina de 9.


Residentes em Sorriso, no Mato Grosso, Solange, os filhos e o atual marido, Cleo Amaral dos Santos, vieram passar as festas de final de ano em Campo Grande, e pretendiam ficar na cidade até o dia 2 de janeiro. Na oportunidade, Grasielli pediu para ficar uns dias com o filho e sumiu com a criança.


Solange conta que deixou Junior na casa da mãe biológica no sábado (24), às 18h, e havia combinado de pegá-lo na segunda-feira (26). Ontem de manhã, Amaral falou com Grasielli por telefone para ir buscar a criança e ela disse que o menino estava dormindo. Após esse episódio, a família não teve mais notícias de Júnior.


Com boletim de ocorrência em mãos, Solange e Amaral garantem que só voltam a Sorriso depois de encontrarem o filho. “Nós vamos encontrá-lo, tenho certeza”, diz Solange, em um misto de confiança e desespero.


A mãe “adotiva” diz que deixou o menino passar o Natal com a Grasielli por considerar importante manter a relação dele com a mãe biológica. “Não imaginei que pudesse acontecer isso”, diz Solange.


O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), com a delegada Alexandra Maria Favaro, e, segundo ela, a mãe e o pai biológicos de Júnior foram intimados a prestarem esclarecimento na tarde de hoje (27).

Jornal Midiamax