Justiça condena homem que matou e queimou corpo de agricultor em Mato Grosso do Sul

Sandro Carvalho Rodrigues, de 30 anos, foi condenado nesta quinta-feira (01) a 13 anos e seis meses de reclusão em regime fechado pela morte do agricultor Arlindo Katsuji Higuti, em 2006, no município de Vincentina, a 246 quilômetros de Campo Grande. O julgamento durou mais de seis horas, segundo o site Fátima News. O julgamento […]
| 02/12/2011
- 01:14
Justiça condena homem que matou e queimou corpo de agricultor em Mato Grosso do Sul

Sandro Carvalho Rodrigues, de 30 anos, foi condenado nesta quinta-feira (01) a 13 anos e seis meses de reclusão em regime fechado pela morte do agricultor Arlindo Katsuji Higuti, em 2006, no município de Vincentina, a 246 quilômetros de Campo Grande. O julgamento durou mais de seis horas, segundo o site Fátima News.

O julgamento de Raimundo Maia Duarte, caseiro do agricultor e que também participou do assassinato, foi transferido para o próximo dia 14 de dezembro devido a ausência de seu advogado.

A dupla matou o agricultor a pauladas, ocultou e depois ateou fogo no corpo em uma propriedade rural localizada no Travessão do Guilherme, em Dourados.

Sandro disse que matou o homem a mando de Raimundo, que teria R$ 18 mil para receber do patrão e não conseguia. O condenado receberia R$ 1 mil pelo “serviço”.

Veja também

Este é o segundo motorista que abandona veículo após colisão neste sábado

Últimas notícias