Polícia

Homem é detido pela polícia depois de tentar acertar contas com ‘pé de pano’

Um possível acerto de contas entre um marido traído e o amante da esposa, que na gíria popular é chamado de pé de pano. Este é o enredo da história que envolve um triângulo amoroso em Campo Grande que quase termina em tragédia, Evandro dos Santos Martins, 26 anos, está preso na 6ª Delegacia de […]

Arquivo Publicado em 19/10/2011, às 12h30

None

Um possível acerto de contas entre um marido traído e o amante da esposa, que na gíria popular é chamado de pé de pano. Este é o enredo da história que envolve um triângulo amoroso em Campo Grande que quase termina em tragédia,

Evandro dos Santos Martins, 26 anos, está preso na 6ª Delegacia de Polícia, no Jardim Tijuca, depois que a justiça concedeu o pedido de prisão solicitada pelo delegado Daniel Rodrigues. Ele é apontado como autor dos disparos que quase mataram Nelson Franco Davalos, 38 anos, quando ele voltava do trabalho.

Evandro nega, mas a investigação policial o aponta como o autor dos disparos contra Nelson, porque o homem de 38 anos seria amante da esposa, inclusive ela mesma acabou confessando o relacionamento extra-conjugal com o colega de trabalho. Os dois trabalhavam juntos em um cinema que fica dentro de um shopping de Campo Grande.

Segundo a esposa de Evandro, Danyela de Almeida, 22 anos, em dezembro do ano passado aconteceu uma festa de confraternização entre os funcionários e foi neste dia que confessa ter ficado pela primeira vez com Nelson. O marido estava viajando naquele dia e ao retornar percebeu que a mulher estava com marca de chupão no pescoço e a questionou.

Num primeiro momento Danyela teria negado o verdadeiro motivo da marca no pescoço, mas em outra oportunidade conversava com o amante ao telefone celular e foi surpreendida pelo marido. Ela disse que falava com uma amiga. Desconfiado, Evandro ligou para a amiga da esposa, mas ela negou o telefonema e disse que estava em um retiro religioso.

Evandro passou a vigiar a esposa, inclusive ficou mais atento sobre os horários tardios que chegava em casa. “Ela chegava sempre por volta da 1h da madrugada, mas passou a ser duas, três da madrugada”, lembra. Com a insistência do marido, Danyela acabou confessando que tinha acontecido uma traição, porém que era com um cliente do cinema. Depois veio à tona a história com Nelson e ela acabou saindo do trabalho.

Segundo investigação da polícia, Evandro também encontrou uma mensagem no celular de Danyela para o amante. O marido confessa que ligou uma vez para o pé de pano para tirar satisfações, porém Nelson não confessou o relacionamento.

No dia 23 de setembro Nelson foi alvejado por três tiros quando voltava do trabalho, por volta das 3h30. Um homem de capacete chegou numa motocicleta, disparou e fugiu. O rapaz foi socorrido e levado para a Santa Casa de Campo Grande. Ele teve perda de massa encefálica, mas sobreviveu e já recebeu alta médica.

Evandro está detido sob a acusação de tentativa de homicídio doloso na forma tentada. À reportagem ele nega que foi o autor dos disparos. “Eu fiquei sabendo que ele (Nelson) é muito mulherengo. Do jeito que chegou na minha mulher pode ter mexido com outras e outros maridos podem ter feito isto com ele”, defende.

Confissão

Embora Evandro tenha negado ser o autor da tentativa de homicídio, ele teria confessado para um preso que estava na mesma cela que realmente queria assassinar Nelson e que, inclusive, pretende terminar o serviço assim que sair da cadeia. Segundo o colega de cela, Evandro teria até zombado dizendo que a polícia não tem provas contra ele porque estava de capacete. Quanto à arma, teria dito que seria impossível encontrá-la.

Jornal Midiamax