Polícia

Funcionário de boate é preso suspeito de estuprar cliente

Um bombeiro civil funcionário da casa noturna Kiss and Fly, que fica dentro Villa Daslu – complexo onde estão também uma loja de artigos de luxo, restaurantes e um bar -, em São Paulo, foi preso suspeito de estuprar uma jovem no ambulatório da boate. Luciano Ferreira disse, na delegacia, que a mulher deu em […]

Arquivo Publicado em 18/06/2011, às 23h17

None

Um bombeiro civil funcionário da casa noturna Kiss and Fly, que fica dentro Villa Daslu – complexo onde estão também uma loja de artigos de luxo, restaurantes e um bar -, em São Paulo, foi preso suspeito de estuprar uma jovem no ambulatório da boate. Luciano Ferreira disse, na delegacia, que a mulher deu em cima dele e que a relação foi consentida. As informações são do SPTV.

Segundo o delegado Luiz Roberto de Arruda, a jovem estava muito embriagada, vulnerável e incapaz de manifestar a própria vontade. A polícia diz que a vítima passou por exames que atestaram a embriaguez. A boate afirma que apura o que aconteceu e que vai assumir as responsabilidades se forem constatadas irregularidades na conduta do profissional. A empresa diz ainda que coopera com a polícia e que presta assistência à família da jovem.

Jornal Midiamax