Polícia

Edmundo chora na volta ao trabalho depois de ficar preso e pede respeito a seus direitos

Após receber o habeas corpus no final da tarde desta quarta-feira, Edmundo voltou ao trabalho no programa Jogo Aberto, da TV Bandeirantes e falou sobre a situação envolvendo sua prisão na madrugada desta quarta-feira. “Há quase 16 anos eu vivo esse sofrimento. Sou solidário, respeito e admiro as famílias das vítimas. O episódio de quinta-feira, […]

Arquivo Publicado em 17/06/2011, às 17h05

None

Após receber o habeas corpus no final da tarde desta quarta-feira, Edmundo voltou ao trabalho no programa Jogo Aberto, da TV Bandeirantes e falou sobre a situação envolvendo sua prisão na madrugada desta quarta-feira.

“Há quase 16 anos eu vivo esse sofrimento. Sou solidário, respeito e admiro as famílias das vítimas. O episódio de quinta-feira, não chegou nem perto do sofirmento que eu passei ao longo de todo esse tempo”, disse Edmundo.

O ex-atleta também questionou o respeito a seus direitos e o tratamento que recebeu da imprensa e da Justiça, alegando que as medidas cabíveis serão tomadas por seu advogado.

“O exagero foi no ser humano. Eu só tenho deveres, não tenho nenhum direito, como a prescrição do crime? Isso deveria ter sido respeitado, mas não foi. Vou deixar com o meu advogado as medidas a serem tomadas”, completou.

Jornal Midiamax