Polícia

Após versões diferentes, Polícia vai investigar pancadaria no encontro do PSB

A briga entre o deputado estadual Lauro Davi e o ex-deputado e ex-presidente da sigla, Sérgio Assis, será investigada pela Polícia Civil. Isso porque os dois envolvidos apresentaram versões diferentes na noite desta terça-feira (27), na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.  Segundo informação da polícia civil, o deputado Lauro Davi registrou um Boletim […]

Arquivo Publicado em 28/09/2011, às 15h10

None

A briga entre o deputado estadual Lauro Davi e o ex-deputado e ex-presidente da sigla, Sérgio Assis, será investigada pela Polícia Civil. Isso porque os dois envolvidos apresentaram versões diferentes na noite desta terça-feira (27), na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro. 



Segundo informação da polícia civil, o deputado Lauro Davi registrou um Boletim de Ocorrência por lesão corporal dolosa contra Sérgio Assis. Ele relatou à polícia que estava na reunião do partido e, durante as discussões, foi agredido. De acordo com o relato, Sérgio Assis pretendia atingi-lo no rosto mas como ele desviou, foi agredido na nuca. 



Mais tarde, Sérgio Assis procurou a Depac Centro para dar sua versão dos fatos. Ele conta que teria sido provocado por Lauro Davi, que tentou agredi-lo. Para se defender, ele levantou o braço, quando foi acertado por algo que acredita ser uma cadeira, no lábio. 



O caso será investigado pela 1ª DP de Campo Grande.


Política


Com a publicação da notícia sobre a briga no encontro do PSB, Sérgio Assis decidiu falar mais a respeito da confusão. Por telefone, ele reafirmou que estaria “há muito tempo” se sentindo provocado pelas decisões do deputado Lauro Davi. Disse que durante a briga no encontro de ontem, ele é que foi agredido primeiro e criticou a condução do deputado na substituição de nomes dos diretórios municipais, que são, na verdade, comissões provisórias.


Assis ainda negou que tenha a pretensão de agir como “dono do partido” e disse que não se sente enfraquecido dentro do PSB porque faz parte da executiva nacional da sigla.


Jornal Midiamax