Polícia

Preso rapaz que matou homem, baleou adolescente e deixou jovem paraplégico

Policiais do 7° Distrito de Polícia Civil prenderam na manhã de hoje (22) Marcelo Porto de Senas, 24, no bairro Nova Lima. O acusado possui mandato de prisão por duas tentativas de homicídio e um homicídio. Na delegacia, Marcelo assumiu ter efetuado cinco disparos que mataram Jucilei de Andrade Souza, 33, e atingiu um adolescente […]

Arquivo Publicado em 22/09/2010, às 14h20

None

Policiais do 7° Distrito de Polícia Civil prenderam na manhã de hoje (22) Marcelo Porto de Senas, 24, no bairro Nova Lima. O acusado possui mandato de prisão por duas tentativas de homicídio e um homicídio.

Na delegacia, Marcelo assumiu ter efetuado cinco disparos que mataram Jucilei de Andrade Souza, 33, e atingiu um adolescente de 14 anos na mão e perna no último dia 4 de setembro deste ano no bairro Santo Amaro.

Marcelo também terá de responder a um inquérito do 2° DP de Polícia Civil, onde ele é acusado de ter deixado Taylan Cesar Gutierres Lino, 23 paraplégico após efetuar disparos contra suas costas no dia 8 de novembro do ano passado, no bairro Nova Lima.

Relação entre os dois casos

Segundo a polícia, no ano passado, Marcelo comprou uma pistola 765 de Taylan no Nova Lima por R$ 1.000 e com isso teria ficado devendo R$ 200.

No dia 8 de novembro de 2009, os dois se encontraram numa rua do bairro e foram até a casa de Marcelo que prometeu pagar o restante.

Após entrar em casa, na rua Alexandrino de Alencar, o autor pulou o muro dos fundos, deu a volta na quadra e disparou cinco vezes contra Taylan que estava sentado na moto. Dois disparos atingiram a vítima que ficou paraplégica.

Depois do crime, Marcelo mudou-se para o bairro Santo Amaro onde começou a trabalhar em uma obra.

No dia 4 de julho deste ano, Marcelo estava bebendo em um bar na rua Delfin Moreira no bairro, quando segundo ele, desconfiou que a vítima Jucilei de Andrade Souza, 33, fosse parente ou amigo de Taylan preparando um “acerto de contas”.

“Ele ficou me encarando, colocou a mão na cintura, por isso que eu atirei”, disse.

Marcelo disparou cinco tiros, dois acertaram Jucilei pelas costas e um atingiu um adolescente de 14 anos na mão e perna. O adolescente foi levado para atendimento médico, sem risco de morte.

Jornal Midiamax