Polícia

Filho que matou a mãe a machadadas é morto a pancada por presos na cidade de Jardim

Corpo de Valdemar Scardin foi achado hoje cedo numa cela; ele matou a mãe ontem por volta do meio-dia

Arquivo Publicado em 29/01/2010, às 13h09

None

Corpo de Valdemar Scardin foi achado hoje cedo numa cela; ele matou a mãe ontem por volta do meio-dia

O auxiliar de serviços gerais Valdemar Scardin, de 28 anos, que matou ontem à mãe a machadadas, em Jardim, cidade distante 250 km de Campo Grande, amanheceu morto hoje na cadeia pública da cidade, informou a Polícia Civil local. O corpo do rapaz foi levado para o IML (Instituto Médico Legal), onde é examinado. O delegado Roberto Rangel, do município de Bonito, chegou a Jardim hoje cedo para apurar o caso.

Os policiais da cidade ainda não detalharam como ocorreu o crime nem souberam informar se Scardin, preso ontem às 12h30 minutos, uma hora após matar a mãe, ocupava uma cela individual ou coletiva. Ele teria morrido a pancada. Até agora um preso assumiu a autoria do crime.

Scardin matou a mãe, a empregada doméstica Marthir Scardin por volta das 11h30, na casa onde morava com a vítima, na rua Amazonas, perto da região central da cidade. Dependente químico, o rapaz teria pedido dinheiro a mãe ontem de manhã, mas ela só tinha R$ 1,50, o que teria irritado o rapaz, também conhecido como Boda.

Ele saiu de casa e retornou mais tarde armado com um machado. Ele entrou e caminhou até os fundos, onde a mãe cuidava de uma idosa. Boda deu o primeiro golpe na nuca de Marthir, que caiu no chão. A idosa atirou uma cadeira contra o rapaz, que ainda disparou outro golpe na mãe, que morreu ali. O machado ficou cravado na cabeça da vítima.

Boda saiu e, seis quadras dali foi detido por policiais militares. A mãe dele já havia registrado quatro denúncias contra o filho, todas por agressões. Saiba mais logo abaixo, em notícias relacionadas.


material atualizado às 10h35 minutos


Jornal Midiamax