Polícia

Estatística da polícia mostra aumento no tráfico de drogas

Após levantamento feito pela Seção de Operações do 11º. BPM, sobre registros de dados estatísticos, nos primeiros seis meses do ano de 2010, referentes à ocorrências de tráfico e consumo de entorpecentes, apreensão de armas e cumprimentos de mandados de prisão, em comparação com o mesmo período de 2009, verificou-se o aumento do número de […]

Arquivo Publicado em 09/09/2010, às 17h19

None

Após levantamento feito pela Seção de Operações do 11º. BPM, sobre registros de dados estatísticos, nos primeiros seis meses do ano de 2010, referentes à ocorrências de tráfico e consumo de entorpecentes, apreensão de armas e cumprimentos de mandados de prisão, em comparação com o mesmo período de 2009, verificou-se o aumento do número de registros de ocorrências, em relação ao tráfico de drogas e cumprimentos de mandados de prisão e o decréscimo, em relação ao número de armas de fogo apreendidas.


Em relação ao tráfico de drogas, foram registradas 22 ocorrências nos seis primeiros meses do ano de 2010, contra 12 ocorrências no mesmo período do ano passado, um aumento de mais de 83%. Foram apreendidas 21 pessoas no ano de 2010 e no ano de 2009 foram 11. “É importante ressaltar que, no que tange ao volume de drogas apreendidas, no ano de 2009, foi maior, em razão de uma grande apreensão que foi feita logo no início do ano, porém, neste ano de 2010, tivemos um aumento aproximado de 100% no número de ocorrências registradas, reflexo claro da intensificação dos trabalhos de inteligência e do combate que tem sido feito na nossa área de atuação”, informou o Comandante do 11º. BPM.

Verificou-se que foram apreendidas vários tipos de substâncias entorpecentes, como maconha, crack e cocaína, porém a que apresentou maior registro foi a maconha, devido ao fato de estarmos em região de fronteira, onde o tráfico é reconhecidamente mais intensificado, além de ser uma droga mais barata, segundo a análise da Seção de Operações.


Outro fator que pode ser considerado de relevância é a mudança da estratégia para o tráfico de drogas. Segundo dados do Serviço de Inteligência, os traficantes comercializam pequenas quantidades de drogas, que tem o seu público certo e já não fazem mais “estoque”, em razão da nova lei de entorpecentes e torna-se ainda mais difícil distinguir o traficante do usuário, uma estratégia que tem sido bastante utilizada.


No tocante ao número de armas de fogo apreendidas, foram registradas 17 armas no ano de 2010, com igual número de pessoas presas pelo porte ilegal de arma de fogo, já no mesmo período de 2009, foram 23 armas de fogo apreendidas, sendo ainda apreendidas 26 pessoas por porte ilegal de arma. “Da mesma forma, a intensificação do policiamento e de ações e operações, desestimula o malfeitor a andar armado, daí o decréscimo, se comparado os períodos pesquisados”, acrescentou o Major Alexandre.


Registrou-se que foram apreendidas armas de fogo de vários tipos e calibres, sendo o revólver calibre 38, o mais apreendido.


Sobre cumprimento de Mandados de Prisão, a Seção de Operações registrou 39 pessoas capturadas e presas no primeiro semestre de 2010, e no mesmo período de 2009, foram 24 registros, um aumento de mais de 62%. “No que tange a cumprimento de Mandados de Prisão, atribuímos também ao aumento de ações e operações e ainda ao profissionalismo, que tem norteado as ações na nossa Corporação. Hoje, em todas as ocorrências atendidas, nossos policiais militares estão dotados de profissionalismo e vontade e têm o cuidado de checar todos os dados, de todas as pessoas envolvidas, além de nossos bancos de dados estarem alimentados com informações e dados, que nos permitem uma maior eficácia na prestação do serviço de Segurança Pública”, enfatizou o Oficial.


“Os números por si só, já refletem a nossa preocupação com a Segurança Pública na região e o objetivo do levantamento, foi tomar conhecimento dos dados estatísticos registrados e apresentá-los à população, para melhor analisarmos e efetuarmos um planejamento das ações e operações para o segundo semestre de 2010, mas uma coisa é certa, o comprometimento dos nossos profissionais e o estreito relacionamento com a comunidade, que tem nos munido de informações, são os fatores que mais contribuíram para os índices alcançados” finalizou o Comandante do 11º. BPM.


Os levantamentos foram realizados levando-se em consideração toda a área de atuação do 11º. BPM, que engloba os municípios de Jardim, Guia Lopes da Laguna, Nioaque, Bela Vista, Porto Murtinho e Caracol.

Jornal Midiamax