Polícia

Doze policiais militares são denunciados por chacina em Salvador

Doze policiais militares foram denunciados pelo Ministério Público da Bahia por envolvimento na chacina que deixou sete pessoas mortas no bairro de Pero Vaz, em Salvador, capital baiana. O crime ocorreu no último dia 4 de março. Os policiais denunciados por homicídio qualificado e em atividade típica de grupo de extermínio são: tenente Wallisson da […]

Arquivo Publicado em 09/07/2010, às 22h38

None

Doze policiais militares foram denunciados pelo Ministério Público da Bahia por envolvimento na chacina que deixou sete pessoas mortas no bairro de Pero Vaz, em Salvador, capital baiana. O crime ocorreu no último dia 4 de março.


Os policiais denunciados por homicídio qualificado e em atividade típica de grupo de extermínio são: tenente Wallisson da Silva Souza , o sargento Valter Gomes da Fonseca , o 1º tenente Raimundo Gomes Barroso Neto , e os soldados André Luis Ferreira Castro, André Ricardo Almeida Gonçalves, Jorge da Silva Batista, Antônio Petrucio Feitosa da Silva e Fabio Sales Nascimento.


Outros quatro policiais foram acusados por ocultação de três cadáveres. Eles são o sargento Carlos José Veloso Santos e os soldados Edson Tavares de Freitas, Uendel Araújo de Oliveira e Fábio José Palmeira de Oliveira.


Na acusação , o promotor de Justiça Maurício Cerqueira relata que os denunciados, sob o comando de Valter Gomes e Barroso Neto, pertencentes ao grupamento Rondas Táticas Motorizadas (Rotamo), ingressaram no bairro Pero Vaz, sob pretexto de verificar uma denúncia anônima da presença de elementos armados em uma casa.

Jornal Midiamax