Polícia

Preso acusado de matar menina em São Paulo

Acusado de matar a menina Tainá Alves de Mendonça, de 5 anos, e de ferir o advogado Marcos Vessiliades Pereira, de 32 anos, no bairro de Pinheiros, Rodrigo Farrampa Guilherme, de 22 anos, entregou-se à Polícia nesta manhã na zona Norte da cidade, em frente ao Hospital do Mandaqui – local combinado por sua advogada. […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Acusado de matar a menina Tainá Alves de Mendonça, de 5 anos, e de ferir o advogado Marcos Vessiliades Pereira, de 32 anos, no bairro de Pinheiros, Rodrigo Farrampa Guilherme, de 22 anos, entregou-se à Polícia nesta manhã na zona Norte da cidade, em frente ao Hospital do Mandaqui – local combinado por sua advogada. Ele já passou por exame de corpo de delito e ficará detido, no mínimo, por mais 15 dias no 77º Distrito Policial, no bairro de Santa Cecília, região central da cidade.

A Polícia chegou a ele após prender, ontem, um menor de idade acompanhado de dez integrantes de uma quadrilha e que apontou Rodrigo como o autor dos disparos. No dia do crime, por volta das 21h, o menor dirigia um Monza com placas BRF 5806, de Mogi das Cruzes, município da Grande São Paulo e ao passar em alta velocidade pela Praça Silveira Santos, no Alto de Pinheiros, bateu no carro do advogado que estava estacionado, fugindo em seguida.

Numa reação instantânea, o tio da menina, Fábio Valente de Mendonça Jr., que conversava com o advogado Pereira, saiu atrás do Monza para anotar a placa, ao lado de amigos. Mas foram recebidos a bala por um dos ocupantes do carro. Um dos tiros acertou a menina e outro, a barriga de Pereira. A advogada de Rodrigo Guilherme negou que o grupo estivesse na região para praticar assaltos e argumentou que eles apenas se divertiam.

Jornal Midiamax